Banco da Família bate meta anual de crédito para saneamento básico em apenas oito meses

Por All Press Com

Linha de crédito específica para construção ou reforma de estruturas de saneamento básico alcançou mais de 600 pessoas entre janeiro e agosto deste ano

 

Em apenas oito meses, o Banco da Família conseguiu ultrapassar a meta anual de distribuição de crédito de sua linha específica para saneamento básico. Através da iniciativa, em parceria com a ONG internacional Water.org, a instituição financiou R$1,9 milhão para famílias construírem ou reformarem seus banheiros, fossas ou comprarem equipamentos como caixas d´água, biodigestores, material elétrico, entre outros. O objetivo da instituição é alcançar o valor de R$24,5 milhões até o final de 2021, melhorando a qualidade de vida de cerca de 8,5 mil famílias.

 

Para a presidente do Banco da Família, Isabel Baggio, esses dados reforçam o compromisso com os resultados e com a missão da instituição. “Estamos no caminho certo, transformando vidas e melhorando a qualidade de vida das pessoas. Com a meta batida, temos mais certeza de que o projeto está funcionando e isso nos dá forças para continuar inserindo o tema saneamento no dia a dia das famílias”, afirma.

 

O “BF Saneamento” já era um produto oferecido pelo Banco da Família, porém foi reformulado em 2017 após formalização da parceria com a ONG Water.org. Após realizar os ajustes necessários, todos os agentes de crédito foram treinados pelo Instituto Trata Brasil, que desenvolve projetos em comunidades vulneráveis em todo o país. A equipe recebeu capacitação para identificar a necessidade da família visitada, além de técnicas de abordagem e sensibilização.

 

“A pessoa conviveu tantos anos com o problema do esgoto a céu aberto que às vezes não percebe o absurdo da situação. O papel do agente de crédito é sensibilizar, propor soluções, apoiar e conscientizar essas pessoas de que não é natural que os filhos tenham diarreia três ou quatro vezes por mês. É importante mostrar que este é um problema que impacta no desenvolvimento físico das crianças, afeta a família e toda a comunidade”, diz Geórgia Schmidt, Diretora Administrativa do Banco da Família.

 

Para Erica Comicholi, engenheira ambiental do “BF Saneamento”, o maior desafio é o desconhecimento da sociedade sobre as questões de saneamento e, principalmente, do quanto isso impacta na vida das pessoas. “Apesar de o saneamento ser ‘básico’, até hoje, no Brasil, poucas residências têm esgoto tratado, água de qualidade e instalações sanitárias completas e salubres”, explica. Para ela, a escassez de infraestrutura de saneamento é um problema social grave que ainda é pouco discutido.

 

Segundo o Instituto Trata Brasil, o País registra milhares de casos de internação por diarréia todos os anos (400 mil casos em 2011, sendo 53% de crianças de 0 a 5 anos). Além disso, o BNDES estima que 65% das internações de crianças com menos de 10 anos sejam provocadas por males oriundos da deficiência ou inexistência de esgoto e água tratada. O problema também impacta no desempenho escolar, pois crianças que vivem em áreas sem saneamento básico apresentam rendimento escolar 18% inferior à média.

 

Em São Joaquim/SC, Maria da Graça Ventura financiou a reforma do encanamento do banheiro de sua residência através do “BF Saneamento”

 

Sobre o Banco da Família

O Banco da Família é uma instituição sem fins lucrativos especializada em microfinanças. Prestes a completar 20 anos de atuação, já concedeu mais de R$ 727 milhões em crédito, para cerca de 275 mil pessoas. Considerada a maior operação de microcrédito do sul do país, no momento possui 18,5 mil clientes ativos e 147 funcionários. A instituição tem atualmente 21 unidades, que alcançam 80 municípios espalhados pelos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Segundo levantamentos da Microrate, empresa especializada em avaliação de desempenho e risco, o Banco da Família está classificado como a melhor instituição de microfinanças do Brasil e ocupa o segundo lugar no cenário composto por instituições de microfinanças da América Latina e Caribe.

 

Informações à imprensa:

All Press Comunicação

(48) 3028.0183 | 3223.3078

Atendimento: Gabriela Dequech – gabrieladequech@allpresscom.com.br | (48) 99927.0567

Coordenação: Déborah Almada – almada@allpresscom.com.br | (48) 99981.4497

A All Press Comunicação Integrada é uma agência com mais de 15 anos de atuação no mercado e no atendimento a clientes de todo o país. As estratégias adotadas nos serviços unem o melhor da assessoria de imprensa com os benefícios das relações públicas e da linguagem digital.